DHL prevê incremento do transporte por cabotagem no Brasil

0
893
Cindy Haring/Divulgação Câmara Brasil-Alemanha

Apesar da falta de infraestrutura adequada nos portos, da burocracia e da falta de integração entre os modais, as empresas de logística começam a despertar para o transporte de cabotagem no Brasil. Um exemplo é o da DHL Global Forwading do Brasil, subsidiária da Deutsche Post DHL Group, líder global no mercado em logística e transporte.

 “O transporte de cabotagem vai aumentar como alternativa ao modal rodoviário no país”, previu Cindy Haring, CEO da DHL no Brasil, em entrevista à MODAL.

“Começamos a incrementar este serviço há pouco menos de um ano. De início, já registramos um pequeno crescimento, mas o interesse é crescente e várias empresas estão considerando a migração do modal rodoviário para a cabotagem. Isso porque o custo é até 30% menor do que por via rodoviária, por exemplo. As regiões que consideramos ter mais potencial são as que envolvem rotas passando por Manaus, Suape e Santos.“

Atualmente, segundo dados da ANTT, a cabotagem representa 9,6% da matriz brasileira de transporte de carga, em comparação aos 37% movimentados na União Europeia e os 48% transportados pela China.

Matriz de transporte 

Em termos de faturamento, o transporte aéreo com 45% é o modal mais utilizado em nível global pela empresa, seguido pelo transporte marítimo com 34% e outros com 21%.    Em 2017, a DHL Global Forwarding comemora 15 anos de atuação no Rio Grande do Sul. Dentre as principais indústrias atendidas, destacam-se a automotiva, engenharia e manufatura, saúde, consumo e varejo, tecnologia e commodities em geral.  Outro destaque é o trabalho voltado a vinícolas e empresas de bebidas, cujos produtos demandam cuidados e uma acomodação especializada. A DHL atua ainda como gestora de cadeias de suprimentos e projetos de transporte de carga com peso e medidas especiais, como bobinas e transformadores de usinas elétricas.

Faturamento

No Brasil, a empresa atua com 600 colaboradores em 12 escritórios e cerca de 200 mil embarques por ano. A empresa é líder de mercado em fretes aéreos e ocupa o segundo lugar em fretes marítimos.  A companhia oferece soluções em frete expresso e entrega de encomendas nacionais e internacionais, frete aéreo e marítimo, transporte rodoviário e ferroviário, bem como soluções relacionadas ao mercado e-commerce.   No ano passado, o Deutsche Post DHL Group, uma corporação de 350 mil funcionários em 220 países e territórios, faturou cerca de 57 bilhões de euros.  Com um quadro de 30 mil colaboradores, a DHL Global Forwarding, em nível global, faturou  13,7 bilhões de euros.  

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui