Grupo Randon cresce no mercado interno e aumenta presença na região Andina

0
39
Crédito: Divulgação

A retomada dos indicadores econômicos começa a refletir nos resultados da Randon, de Caxias do Sul. Entre janeiro e setembro deste ano, a produção de semirreboques cresceu 24,4%, de 7.299 para 9.077 unidades. No país, a produção recuou 6,0%, de 21,2 mil carretas em 2016 para 20,0 mil este ano, conforma dados da Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários). No terceiro trimestre deste ano foram vendidos (mercado interno e externo) 3.591 semirreboques, aumento de 56,1% com relação ao mesmo intervalo do ano passado (2.300 unidades).

Esse aumento das vendas da Randon é confirmado pelo market-share, que no terceiro trimestre atingiu 43% de participação, ante 26,4% em igual trimestre de 2016. A Randon tem no setor agrícola o grande mercado para os seus semirreboques, com 56,4% de atuação, seguido pela área industrial, com 35,7 e pelas áreas de mineração e construção, com 7,9%. A direção festeja a nova estimativa da safra da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), que prevê entre 224 e 228 milhões de toneladas de grãos.

Investimentos em alta

Daniel Randon, vice-presidente Administrativo Financeiro do grupo, falou sobre a nova operação da companhia no Peru, uma joint-venture com sócio do distribuidor local. “O objetivo é melhorar a nossa competitividade na região Andina. Parte dos produtos será montada lá e parte será feita com produtos locais”, disse o empresário, sem informar o volume de unidades projetadas. Os investimentos para a divisão Montadora da Randon somaram R$ 38 milhões em nove meses, aumento de 91,9% sobre o mesmo período de 2016.

Geraldo Santa Catharina, diretor Financeiros e de Relações com Investidores, ressaltou a importância do anúncio de retomada das obras na fábrica de Araraquara, no interior de São Paulo. Nesta planta serão fabricados vagões e semirreboques canavieiros para atender o mercado da região sudeste vocacionada para o plantio de cana-de-açúcar e, ainda, pela infraestrutura adequada, com acessos ferroviário e rodoviário. De acordo com o executivo, a produção será gradativa, com projeção entre 12 e 15 unidades por dia. O início da operação está previsto para o primeiro semestre de 2018.

Lentidão nas ferrovias

A demora na renovação das concessões ferroviárias é apontada pelo grupo caxiense como parte da redução no volume de compra de vagões ferroviários neste exercício. No acumulado de nove meses deste ano, as vendas somaram 556 unidades, contra 1.266 vagões em igual período do ano passado, representando uma queda de 56,1%.

A Randon obteve em nove meses de 2017 receita bruta consolidada de R$ 2,99 bilhões, 6,4% superior ao resultado de igual período de 2016, de R$ 2,81 bilhões. A projeção para o ano é de R$ 3,9 bilhões. A receita líquida consolidada atingiu R$ 2,08 bilhões nos nove meses deste ano, 4,1% acima da registrada em 2016, de R$ 2,00 bilhões. A divisão Montadora responde por 52,6% da receita líquida, enquanto que a divisão Autopeças, por 42%. 556

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui