Modelo exportador brasileiro precisa ser pensado no longo prazo

0
219
Edmilson Milan, CEO do Prêmio Exportação RS apresenta os vencedores de 2018 Crédito: Divulgação

O Brasil trabalha dentro de um modelo de vetores contrários à competitividade. A avaliação é de Luis Pedro C. Ferreira, Relações Institucionais – América do Sul, da Dana, de Gravataí. “Temos três vetores contrários à exportação: a matéria-prima mais cara do planeta – no nosso caso, o aço, que misteriosamente é produzido aqui, mas custa caro -, a mão de obra crescendo, e o custo de energia”, ponderou durante a divulgação dos vencedores do Prêmio Exportação RS, promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil (ADVB-RS).

“Além das flutuações cambiais tenho que competir com gente lá fora que não sofre com isso e em alguns casos até recebe subsídios”, comentou Luis Pedro, para quem o desafio é enxergar que esta relação é de longo prazo. “Temos contra nós a nossa marca, muito mais associada a problemas que diz respeito a grande população. O Brasil não se resume a falta de idoneidade e problemas de corrupção. Ao contrário. O Brasil tem capacidade de enfrentar”, instiga.

Trabalho árduo

Líder mundial na fabricação de eixos diferenciais, eixos cardan, transmissões fora-de-estrada, sistemas de vedação e produtos de gerenciamento térmico, assim como peças de reposição genuínas, a Dana receberá o Prêmio Exportação RS pela 10ª vez. Com 29 anos no mercado, o Grupo Exicon, dono de uma das mais tradicionais tradings da região Sul do país, receberá o prêmio pela 16ª vez.

A empresa é focada em soluções integradas para pequenas e médias empresas. “Temos que dividir este prêmio com nossos 60 clientes que atuam nas áreas de calçados, móveis, madeira, compensados de pinus e manufaturados. Nosso trabalho é árduo, mas tem dado frutos”, admite o diretor geral, Alexandre Bücker de Souza. “Pegando os últimos cinco anos, 2017 foi o ano da virada. Nós crescemos 28%. Isso nos estimula a continuar”, assinala.

O mundo está comprador

O mundo voltou a crescer acima de 3%, informa Alexandre. “Isso ajuda a colocação dos nossos produtos, principalmente nos Estados Unidos. Este ano nós conseguimos colocar alguns produtos na Austrália”, comemora. Segundo ele, muitos dos seus clientes da área de móveis produzidos com pinus estão com pedidos fechados até setembro. “Calçados também está retomando após algum tempo, assim como a construção na Europa e nos Estados Unidos”, conta.

Destaque Master

A CMPC, de Guaíba, e a Marcopolo, de Caxias do Sul, foram escolhidas para receber o Prêmio Exportação RS 2018 na categoria Trajetória Exportadora Master, reservada a empresas listadas entre as 40 maiores exportadoras do estado no período entre 2014 e2017 e com embarques superiores a US$ 100 milhões anuais. A divulgação do resultado do evento promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil (ADVB-RS) foi realizada ontem na sede da entidade.

Reconhecimento para a diversificação

Entre as empresas que mostraram maior capacidade de promover a desconcentração das suas exportações figuram a TDK Epcos do Brasil, de Gravataí, Florestal Alimentos, de Lajeado, Fras-le, de Caxias do Sul, Sthil, de São Leopoldo, Tramontina, de Carlos Barbosa e Vipal Borracha, de Porto Alegre. Elas irão receber prêmios na categoria Diversificação de Mercados. Já aquelas que se destacaram pela elevada taxa de crescimento das suas exportações entre empresas que embarcaram acima de US$ 10 milhões, estão a Agropecuária Schio, de Vacaria, Kuhn do Brasil, Passo Fundo, e Prisma Brazil, Caxias do Sul.

Um dado interessante nesta 46ª edição do Prêmio Exportação RS é que um quarto das 56 empresas vencedoras estão localizadas na Serra Gaúcha. De acordo com o Edmilson Milan, CEO do evento, a edição deste ano contou com mais de 200 inscrições. “O índice de renovação a cada edição é altíssimo”, comentou o executivo, lembrando que muitas empresas se repetem porque estão permanentemente presentes no mercado externo.

A Personalidade Competitiva Internacional de 2018 é o empresário Cláudio Guenther, presidente da Sthil do Brasil. O fundador do grupo Randon, Raul A. Randon, falecido recentemente, receberá homenagem póstuma. O jantar de premiação está marcado para o dia 7 de junho, na Casa NTX.

Lista de empresas que se destacaram no Prêmio Exportação RS 2018

EMPRESA CATEGORIA CIDADE
AEL SISTEMAS DESTAQUE SETORIAL – SERVIÇOS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PORTO ALEGRE
AGROPECUÁRIA SCHIO DINAMISMO EXPORTADOR VACARIA
BIA BRAZIL ACTIVEWEAR DESTAQUE SETORIAL – TÊXTIL PORTO ALEGRE
CAVALETTI S/A CADEIRAS PROFISSIONAIS DESTAQUE SETORIAL – MÓVEIS ERECHIM
CMPC CELULOSE RIOGRANDENSE TRAJETÓRIA EXPORTADORA GUAÍBA
CACHAÇARIA WEBER HAUS DESTAQUE SETORIAL – BEBIDAS IVOTI
COMISSÁRIA PIBERNAT LTDA DESTAQUE SERVIÇOS DE SUPORTE À EXPORTAÇÃO CANOAS
COOPERATIVA LANGUIRU  DESTAQUE MERCADOLÓGICO TEUTÔNIA
DANA DESTAQUE SETORIAL – AUTO PEÇAS GRAVATAÍ
DE SIRIUS COSMÉTICOS PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL ALVORADA
DOCILE ALIMENTOS  DESTAQUE MERCADOLÓGICO LAJEADO
DU DIGO PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL NOVO HAMBURGO
E.R. AMANTINO DESTAQUE SETORIAL – MATALÚRGICO VERANÓPOLIS
ELIOTTIS DO BRASIL DESTAQUE SETORIAL – MÓVEIS ANTÔNIO PRADO
EURO-AMÉRICA ASSESSORIA, DESPACHOS E TRANSPORTES DESTAQUE SERVIÇOS DE SUPORTE À EXPORTAÇÃO NOVO HAMBURGO
EXICON TRADING DINAMISMO EXPORTADOR – TRADING PORTO ALEGRE
FANTE INDUSTRIA DE BEBIDAS DESTAQUE SETORIAL – BEBIDAS FLORES DA CUNHA
FCC INDÚSTRIA E COMÉRCIO DESTAQUE SETORIAL – QUIMICO CAMPO BOM
FLORESTAL ALIMENTOS DIVERSIFICAÇÃO DE MERCADOS LAJEADO
FRAS-LE DIVERSIFICAÇÃO DE MERCADOS CAXIAS DO SUL
GRUPO DORACORP DESTAQUE SERVIÇOS DE SUPORTE À EXPORTAÇÃO PORTO ALEGRE
INDUSTRIAS ALIMENTICIAS LEAL SANTOS DESTAQUE SETORIAL – ALIMENTOS RIO GRANDE
INTERLINK CARGO DESTAQUE SERVIÇOS DE SUPORTE À EXPORTAÇÃO CACHOEIRINHA
JGB DESTAQUE SETORIAL – MAQUINAS/EQUIPAMENTOS SÃO JERÔNIMO
KUHN DO BRASIL DINAMISMO EXPORTADOR PASSO FUNDO
LEXSIS SISTEMAS DE INFORMÁTICA PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL PORTO ALEGRE
MAQUETEC DO BRASIL PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL NOVO HAMBURGO
MARCOPOLO TRAJETÓRIA EXPORTADORA MASTER CAXIAS DO SUL
MARIA PAVAN PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL PORTO ALEGRE
MAXIFORJA COMPONENTES AUTOMOTIVOS DESTAQUE SETORIAL – INDÚSTRIA CANOAS
MEGA EMBALAGENS DESTAQUE SETORIAL – PLÁSTICO SALVADOR DO SUL
MÓVEIS CARRARO DESTAQUE SETORIAL – MÓVEIS BENTO GONÇALVES
NEWFER AVANÇO GLOBAL CAXIAS DO SUL
NOKO QUÍMICA DESTAQUE SETORIAL – QUÍMICO PORTÃO
PIOMADE INDÚSTRIA DE MADEIRAS LTDA DESTAQUE SETORIAL – MADEIRAS/DERIVADOS FARROUPILHA
PIPI DOLLY´S PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL PORTO ALEGRE
PRISMA DINAMISMO EXPORTADOR CAXIAS DO SUL
RANDON  DESTAQUE MERCADOLÓGICO CAXIAS DO SUL
RASIP AGRO PASTORIL DESTAQUE SETORIAL – ALIMENTOS VACARIA
RZ2 SISTEMAS DE GESTÃO DESTAQUE SETORIAL – SERVIÇOS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PORTO ALEGRE
SENA MADEIRAS DESTAQUE SETORIAL – MADEIRAS/DERIVADOS RIO GRANDE
SIMBIOSE AVANÇO GLOBAL CRUZ ALTA
STIHL DIVERSIFICAÇÃO DE MERCADO SÃO LEOPOLDO
TECNOVA DESTAQUE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FARROUPILHA
TECNOVIN DO BRASIL DESTAQUE SETORIAL – BEBIDAS BENTO GONÇALVES
TECON  RIO GRANDE DESTAQUE SERVIÇOS DE SUPORTE À EXPORTAÇÃO RIO GRANDE
TRAMONTINA DIVERSIFICAÇÃO DE MERCADOS CARLOS BARBOSA
TRÊS TENTOS AGROINDUSTRIAL  DESTAQUE MERCADOLÓGICO SANTA BÁRBARA DO SUL
TITO CADEMARTORI DESTAQUE SERVIÇOS DE SUPORTE À EXPORTAÇÃO PORTO ALEGRE
TDK – EPCOS DO BRASIL DIVERSIFICAÇÃO DE MERCADOS GRAVATAÍ
UNO MUNDO PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL CAXIAS DO SUL
VIPAL BORRACHAS DIVERSIFICAÇÃO DE MERCADOS PORTO ALEGRE
VINÍCOLA AURORA DESTAQUE SETORIAL – BEBIDAS BENTO GONÇALVES
WERNER CALÇADOS DESTAQUE SETORIAL – CALÇADOS/COUROS/ARTEFATOS TRÊS COROAS
XALINGO INDÚSTRIA E COMÉRCIO DESTAQUE SETORIAL – PLÁSTICO SANTA CRUZ DO SUL
ZOTTI TERMOPLASTICOS PEQUENO DESBRAVADOR INTERNACIONAL SÃO LEOPOLDO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui