Primeiro semestre aponta recuperação do mercado de implementos rodoviários

0
50
Crédito: Divulgação

O setor de implementos rodoviários comemora o aumento de 52,72% no volume de emplacamentos registrado no primeiro semestre deste ano em relação a igual período do ano passado. De acordo com levantamento da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir) foram entregues ao mercado 38,6 mil unidades nos primeiros seis meses de 2018 ante 25,3 mil em 2017, o que, na visão da entidade, aponta para a recuperação esperada para esse ano.

“O desempenho positivo anima o setor porque reflete o início da recuperação da economia”, comenta Norberto Fabris, presidente da Anfir, ressaltando porém que “não podemos perder de vista o fato que a indústria passou por perdas bastante elevadas nos últimos anos”.

Implementos Rodoviários 1º SEM2018

Construção civil impacta no setor

O segmento Pesado (reboques e semirreboques) registrou desempenho 79,74% acima do mesmo período de 2017. Em seis meses foram emplacadas 19.415 unidades, contra 10.802 no primeiro semestre do ano passado. No segmento Leve (carroceria sobre chassis) a indústria entregou ao mercado 19.233 produtos, ante 14.505 em igual período de 2017, o que representa aumento de 32,6%.

O único segmento que ainda apresenta queda é o de Betoneira, com retração de 20%. “Esse mercado mesmo com poucas unidades comercializadas sinaliza que o segmento de construção civil ainda não está no mesmo ritmo dos demais”, avalia o presidente da entidade.

Crise e oportunidades

A crise econômica, segundo a Anfir, causou perdas ao setor que correspondem a cerca de dois terços do mercado doméstico, tomando por base o volume de emplacamentos de 2013. Na ocasião a indústria vendeu 177.876 unidades. Assim, a perda chegou a aproximadamente 119 mil unidades. Conforme Fabris, o ambiente atual de recuperação favorece a adoção de novas estratégias por parte das empresas, incluindo a busca pelo mercado externo. “As missões ao Panamá e México, realizadas esse ano, corroboram a visão que a indústria deve ampliar sua atuação no exterior”, afirma.

O Programa de Internacionalização da Indústria de Implementos Rodoviários (MoveBrazil) é uma iniciativa conjunta da ANFIR com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Em três anos de atuação 50 empresas associadas se inscreveram e o balanço acumulado aponta para mais de US$ 40 milhões em negócios.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui