RS participa com 114 projetos no leilão A-4 da Aneel

0
51
PCHs são os projetos com melhores chances para o estado Foto/Divulgação

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) realiza nesta quarta-feira  o leilão de geração nº 1/2018 – A-4. O objetivo do certame é contratar energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração de energia elétrica de fontes hidrelétrica, eólica, solar fotovoltaica e termelétrica a biomassa, com início de suprimento em 1º de janeiro de 2022.

O Rio Grande do Sul deverá participar 114 projetos, correspondentes 2.932MW. A energia eólica, com 102 projetos cadastrados, correspondentes a 2.789 MW, lidera os empreendimentos gaúchos, seguida pelas Pequenas Centrais Hidrelétricas( PCH), com 10 projetos correspondentes a 103 MW. Estão inscritos ainda uma Usina Hidrelétrica (UHE), de 35MW, e uma CHC, de 5MW. Não foi cadastrado nenhum projeto fotovoltaico de procedência do estado.

Ao total, foram cadastrados 1.672 projetos, totalizando 48.713MWdecapacidadeinstalada.

A fonte eólica foi a de maior oferta cadastrada, tanto em número de projetos, com931, como em potência total, com mais de 26GW.

Os empreendimentos fotovoltaicos também se destacaram, com 620projetos superando 20GW de capacidade instalada.

O estado da Bahia, mais uma vez é destaque nacional, com 297 projetos de energia eólica, correspondente a 8.240 MW, e 177de fotovoltaicos, no total de 5.212MW.

Apesar de contar com 102 projetos de energia eólica cadastrados para o leilão, Rio Grande do Sul dificilmente sairá favorecido no certame devido ao descompasso na implantação de 1,9 mil quilômetros de linhas de transmissão, das quais oito de 525kV e nove de 230kV.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui