UTE da Bolognesi iniciará operação comercial em janeiro de 2021

0
3141
Navio de GNL/Petrobtras

 A Usina Termelétrica (UTE) de 1.238 MW que o grupo Bolognesi deverá instalar em Rio Grande, com investimentos de R$ 3,5 bilhões, está com o início de operação comercial previsto para janeiro de 2021, informou a MODAL o diretor da empresa Ricardo Pigatto. Anteriormente havia sido estimado para janeiro de 2019.
“A postergação de dois anos na operação do empreendimento deve-se ao fato de que há hoje, no país, excesso de oferta, além de uma queda no consumo de 2,5%, no período de 12 meses até maio último, em razão da crise da economia. Por causa disso, as distribuidoras de energia estão sobrecontratadas, o que justifica o adiamento do início da operação.”
As obras devem iniciar em meados de 2017. O gás natural a ser utilizado como combustível será fornecido pela Shell, a maior supridora de GNL (Gás Natural Liquefeito) do mundo. Independente da operação da usina térmica, a Shell e a Bolognesi deverão ofertar gás natural ao mercado já no final de 2019. O empreendimento ainda aguarda a emissão de LI (Licença de Instalação) que está com seu trâmite em andamento.  A previsão é que o empreendimento gere no pico das obras 2.400 empregos diretos e 5 mil indiretos. O faturamento previsto é de R$ 2,5 bilhões por ano.
A construção de um gasoduto Rio Grande-Triunfo, com extensão de 311 quilômetros e capacidade de 8,0 MM de m³/dia, incluído no projeto da empresa, ainda se encontra em  análise pelo governo federal. O preço de suprimento do GNL é o fator-chave para definir o potencial de atendimento do mercado.

Principais dados:
O projeto integrado para o fornecimento de solução de suprimento de energia elétrica e gás natural para a região Sul do Brasil, além da Usina Termelétrica (UTE) de 1.238 MW, a gás natural com consumo aproximado de 5,5 MM m³/dia, é composto de:
Terminal de estocagem e regaseificação de gás natural liquefeito (GNL), com capacidade de 14 MM m³/dia; Gasoduto Rio Grande-Triunfo, com extensão de 311 km e capacidade de 8,0 MM de m³/dia;
Projeto Vencedor do Leilão A-5, de novembro/2014, da Aneel;
Potência Instalada: 1.508 MW;
Consumo: 5,5 MM m³/dia de GNL;
Tipo: Ciclo Combinado, com alta eficiência;
Contratos de venda de energia no Mercado Regulado, com Usina Termelétrica Rio Grande;
Vigência de 25 anos.
Início da operação: janeiro 2021
Terminal de Estocagem e Regaseificação de GNL Capacidade média de regaseificação: 14 MM m³/dia de Gás Natural;
Capacidade pico de regaseificação: 21 MM m³/dia de Gás Natural;
Capacidade de estocagem: 173.000 m³ de GNL;
Terminal de Estocagem e Regaseificação de GNL
Volume equivalente a cerca de 50% do Gás Natural importado da Bolívia;
Fornecerá 5,5 MM m³/dia de GNL à UTE, ofertando o excedente de 8,5 MM m³/dia para o mercado.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui