Apesc define agenda com governador para agilizar licenças ambientais de projetos vencedores do leilão A-6

0
162
Reunião foi realizada no gabinete da vice-presidência da ALSC

Ficou para a próxima quarta-feira, dia 18, a reunião com o governador Carlos Moisés da Silva, quando será avaliado o pleito do setor de energia no sentido de destravar o licenciamento ambienta de 11 projetos hidrelétricos, vencedores no Leilão A-6, de 18 de outubro último.

Em reunião com o deputado Mauro de Nadal, presidente da Frente Parlamentar de apoio às PCHs e CGHs de Santa Catarina, nesta quarta-feira, representantes da Associação dos Produtores de Energia de Santa Catarina (Apesc) manifestaram preocupação com a demora na emissão dessas licenças que incluem sete Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), três Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHS) e a Hidrelétrica São Roque, projeto idealizado no Rio Canoas.

Segundo o presidente da Apesc, Gerson Berti, o Santa Catarina deve virar um canteiro de obras com esses empreendimentos, o que é de interesse do estado e da sociedade. “Afinal são mais de R$ 400 milhões em investimentos que irão gerar emprego e movimentar a economia catarinense”, disse Berti.

Ele lembrou que o sucesso das centrais hidrelétricas  de Santa Catarina foi pavimentado a um trabalho que começou em 2015 com uma séria de ações, como o fortalecimento da Associação e valorização dos associados, firmando parcerias por todo Brasil.

“Além disso, é importante frisar que os 11 projetos do estado que venceram o certame, passaram pelo SC+Energia, Programa Catarinense de Energias Limpas, iniciativa de sucesso, que nós criamos em 2015. Santa Catarina tem o melhor parque gerador hídrico do Brasil em termos de pequenas centrais hidrelétricas e centrais geradoras hidrelétricas. Ocorre que o empreendedor, o investidor, tem muita dificuldade para tornar o seu projeto uma realidade. Ele enfrenta dificuldades no licenciamento”, afirmou.

Além de Berti, estiveram com o deputado Nadal: Kamila Lehmkuhl (Apesc); Marcelo Netto (Cedro Ambiental); Paulo Sérgio da Silva (Compech); Nelson Dornelas (Estelar Engenheiros);Norimar Fracasso ( FBF Construtora); Phelippe Guesser (advogado) e Lourivald Beyer (Grupo Ceesam).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui