As transformações que a Ludfor está assistindo e o que esperar do setor pós-covid-19

0
830
Betina Galves Rui, advogada da empresa/Divulgação.

A Ludfor iniciou 2020 com um desempenho superior ao igual período do ano passado e, inesperadamente, surgiu a Covid-19, causando mudanças nas formas de operacionalização do trabalho, principalmente com a adequação para o modelo home office. “A partir desse momento, cogitamos uma baixa no desempenho devido à impossibilidade de contatos pessoais, pois dificulta a finalização de negócios onde o contato pessoal é fundamental para auferir segurança e confiança do cliente ou da empresa em prospecção”, diz Betina Galves Rui, advogada da empresa.

“É a primeira vez que a empresa opera em sua totalidade em home office e percebemos que o mesmo foi benéfica. A qualidade e o rendimento não diminuiu e, apesar de pequenos obstáculos iniciais com as adequações ao trabalho em casa, conseguimos manter o volume de trabalho ou aumentar em alguns casos. Uma prova disso é a empresa continuar tendo que realizar contratações no período da pandemia . Ainda, teremos novidades com relação a sede da empresa que será ampliada mais uma vez”.

Para o segundo semestre, segundo Betina, a empresa tem uma visão otimista de retomada dos negócios, “não por menores precauções em relação ao vírus, mas pelo fato de ser necessária a continuidade dos negócios e as pessoas estarem percebendo que o home office, bem como reuniões por videoconferências não serem um empecilho. Inclusive, acreditamos que a Covid-19 trará uma nova visão sobre o modelo de negócios e prestação de serviços praticados hoje em dia”.

Para Betina, as fontes renováveis ainda são um ótimo investimento e necessárias para o setor energético. “Atualmente, se torna cada vez mais necessário meios que não agridam o meio ambiente, principalmente quando o assunto é produção de energia, que é cada vez mais utilizada no nosso dia-a-dia e vêm sendo cogitadas para substituir outros meios hoje existentes tanto na produção de energia como em insumos. Sobre as fontes hídricas, acreditamos que hoje, no Brasil, seja o melhor investimento considerando o custo benefício de geração de energia e retorno aos investidores. E por isso acreditamos que, no momento, essa fonte é que continuará tendo o maior crescimento no Brasil”.

“A percepção da equipe pós covid-19 é o que mais mudará na questão da prestação de serviços e de novos negócios unidos ao desempenho. Certamente a Ludfor continuará adotando as práticas de videoconferência em reuniões iniciais, já que a mesma possui clientes em todo o Brasil. Avaliamos que, mesmo a pandemia sendo uma situação difícil para ser enfrentada, a Ludfor aproveitará o lado positivo da situação para crescer e alcançar as metas estabelecidas”. 

 Conteúdo patrocinado produzido pela empresa

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui