Brasil é o nono no ranking mundial de potência instalada de fonte solar

0
457

O Brasil alcançou a nona posição no ranking mundial de potência adicionada anual da fonte solar fotovoltaica em 2020, segundo  a International Energy Agency Photovoltaic Power Systems Programme, divulgou hoje a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica.

O levantamento inclui a soma das grandes usinas centralizadas e dos pequenos sistemas distribuídos em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e no setor público que entraram em operação ao longo do último ano.

Segundo dados de 2020, o Brasil instalou 3,15 GW da fonte solar fotovoltaica, incluindo 2,53 GW em sistemas de geração distribuída e 617,6 MW em geração centralizada. Com isso, apenas no ano de 2020, o setor solar trouxe ao Brasil R$ 15,9 bilhões em novos investimentos e mais de 99 mil novos empregos.
Desde 2012 até o final do ano de 2020, o Brasil acumulou R$ 42,1 bilhões em investimentos na fonte solar fotovoltaica, gerando mais de 236 mil empregos acumulados, de acordo com a Absolar.

O ranking mundial de capacidade instalada do ano de 2020 foi liderado pela China, seguida dos Estados Unidos, Vietnã, Japão e Alemanha, com destaque para o forte crescimento do Vietnã no período. No caso brasileiro, o país já havia figurado no Top 10 uma única vez, em 2017, ocupando o 10º lugar no ranking. Em 2018, ficou na 11ª posição e em 2019 ocupou o 12° lugar.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui