Florianópois é a terceira capital em voos internacionais do país, abaixo de São Paulo e Rio de Janeiro

O Aeroporto de Florianópolis: terceiro no país em voos internacionais/ Divulgação

O movimento de passageiros internacionais cresceu nos aeroportos de Santa Catarina no primeiro trimestre de 2024. Foram 316.849 mil passageiros, 84,8% a mais do que o registrado no mesmo período em 2023. O resultado também ficou acima da média nacional, que cresceu 23%. Os dados foram apurados pela Secretaria de Estado de Portos, Aeroportos e Ferrovias (SPAF), conforme informações divulgadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na última semana.  O Aeroporto de Florianópolis segue sendo a principal porta de entrada e saída, com 309,4 mil passageiros internacionaisicando abaixo apenas de São Paulo e Rio de Janeiro.

O tráfego internacional também se reflete na movimentação de cargas. O setor registrou um crescimento de 20,8% em relação a 2023. Nos primeiros meses de 2024 já foram movimentados 1,1 mil toneladas, e com a recente inclusão de novas linhas de aviões cargueiros conectando o Estado com a Europa, a tendência é de uma evolução nestes dados.

“Os números já refletem o crescimento na oferta de voos que tivemos na temporada de verão e com as novas linhas de cargueiros. Para o restante do ano já temos confirmada a estreia dos voos de passageiros para o Panamá e outros na América do Sul, o que nos dá uma perspectiva de um crescimento ainda maior”, avalia o secretário da SPAF, Beto Martins.

Santa Catarina tem o maior movimento internacional do sul do Brasil. O Rio Grande do Sul teve 95 mil passageiros e o Paraná 44 mil passageiros no primeiro trimestre. O Aeroporto de Florianópolis segue sendo a principal porta de entrada e saída, com 309,4 mil passageiros internacionais. O Aeroporto de Navegantes registrou 7,3 mil passageiros.

Movimento doméstico

O movimento de doméstico de cargas também cresceu no primeiro trimestre. Foram 3 mil toneladas, 6,4% a mais do que nos primeiros meses de 2023. O Aeroporto de Navegantes teve 1,3 mil toneladas, Florianópolis 1,2 mil toneladas, Joinville 277,5 toneladas, Chapecó 198,8 toneladas, Jaguaruna 39,3 toneladas e Correia Pinto 1,5 toneladas.

Já o movimento de passageiros domésticos nos aeroportos de SC teve queda de 1,6% no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2023. Foram 1,6 milhões de passageiros transportados em seis aeroportos. O Aeroporto de Florianópolis registrou 841,6 mil passageiros, seguido por Navegantes com 544,8 mil, Chapecó com 142,1 mil, Joinville com 115,2 mil, Jaguaruna com 29,5 e Correia Pinto com 5,2 mil.

“Segundo apuramos, o mercado tem enfrentado dificuldades provenientes da falta de reposição de peças e aeronaves para as companhias, o que tem prejudicado a expansão do setor neste período”, avalia Martins.

(Assessoriade imprensa SPAF)

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Publicidade