Cresce RS criará comitê público-privado para recuperar competitividade do estado

0
166
Deputado Ernani Polo (E) e secretário Claudio Gastal

O movimento Cresce RS, que propõe ações para destravar investimentos para o crescimento do Rio Grande do Sul, terá a competitividade como novo enfoque. Um dos indicadores acompanhados será o Ranking de Competitividade dos Estados, tradicional estudo promovido pela CLP – Liderança Pública, em que o RS ocupa atualmente a sétima posição.

Esse foi tema da reunião realizada nesta quarta-feira entre o secretário de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), Claudio Gastal, e o deputado Ernani Polo, que nos próximos dias será empossado presidente do Legislativo.  “Continuaremos com as demandas que estamos monitorando, buscando uma sintonia nas ações do Executivo e instituições da sociedade”, afirmou Ernani Polo. “O diferencial será essa nova frente. Para isso, criaremos um comitê público-privado, que observará os gargalos e apontará onde atuar para melhorar a competitividade”.

A metodologia para o monitoramento das ações seguirá o mesma padrão que SGGE utiliza para acompanhar as demandas das pastas e órgãos vinculados do Executivo. Os responsáveis pelos projetos apresentam os conteúdos, os impactos previstos, a situação-problema, a alternativa-solução e a proposta de ação para concluir a entrega. “No segundo ano do Cresce RS, vamos manter a frequência do trabalho e seguir cobrando os resultados esperados pela população. Essa postura, por consequência, contribuirá também para os índices de competitividade do RS”, declarou Claudio Gastal.

Três eixos compõem o Cresce RS – Infraestrutura e Logística; Desburocratização; e Fomento dos Bancos Públicos. Entre os projetos priorizados estão a extensão da pista do aeroporto Salgado Filho, licenciamentos ambientais por compromisso, consolidação das obras de estradas, apoio ao avanço e expansão das energias renováveis, evolução do status sanitário, Junta Comercial digital, reformulação do modal hidroviário, zonas francas de fronteira, polo naval de Rio Grande e simplificação da compensação e ressarcimento de tributos.
RS ocupa a 11ª colocação em educação

No ranking de competitividade, o RS  ocupa a 15ª colocação em Potencial de Mercado; 5ª  em Segurança Pública; 18ª  em Infraestrutura e 11ª em Educação. É ultrapassado pelos estados de São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui