EXCLUSIVO- Petrobras vai instalar, em quatro anos, a primeira planta piloto eólica offshore no país

0
291

Até 2022, a Petrobras pretende instalar, no litoral nordestino, a primeira planta piloto eólica offshore no país, aproveitando o conhecimento da companhia em desenvolver projetos no mar. O objetivo deste projeto de Pesquisa & Desenvolvimento é entender o potencial eólico offshore brasileiro e obter informações para subsidiar decisões futuras de empreendimentos no setor. A companhia estima que exista um enorme potencial para geração de energia eólica offshore no Brasil. O grande desafio, além do regulatório, é tornar esta fonte de geração de energia competitiva para que este potencial possa ser aproveitado também no Brasil, relata a assessoria de imprensa da empresa em nota à Revista Modal.  O projeto de instalação da planta piloto será amplamente flexível: a energia produzida pelo aerogerador poderá ser consumida pela própria plataforma a que ela estará conectada por meio de um cabo submarino, ou poderá ser enviada a terra, para ser comercializada. No momento, a Petrobras está monitorando a evolução destas tecnologias e focando o seu desenvolvimento na eólica offshore, que está mais próxima de alcançar maturidade para o desenvolvimento de projetos comerciais no Brasil.

Na primeira fase do projeto, que durou cerca de três anos, a Petrobras realizou um trabalho pioneiro de medição dos ventos no litoral do Rio Grande do Norte e Ceará. O estudo identificou o potencial de geração na região de cerca 140 GW, aproximadamente 90% da potência total instalada hoje no Brasil. Atualmente, a companhia realiza estudos junto a instituições de Ciência e Tecnologia e universidades federais (UFRN, UFRJ e UFJF), que abrangem análises de logística, infraestrutura, fundações e transmissão de energia de instalações eólicas offshore no Brasil.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui