Hidrovias do Brasil transportou 18,1 milhões de toneladas em 2023, com um incremento perto de 10% em relação ao ano anterior

A Hidrovias do Brasil, empresa de soluções logísticas integradas, transportou 18,1 milhões de toneladas em 2023, com um incremento perto de 10% em relação ao ano anterior. Apenas no Corredor Norte foram transportadas 7,4 milhões de toneladas e no Corredor Sul, 5,9 milhões de toneladas.

No  Porto de Santos, após um período de investimentos em modernizações e reformas nos terminais do STS20, a empresa triplicou a movimentação de cargas em 2023. Houve um salto de 0,4 milhões para 1,5 milhão de toneladas de fertilizantes, na comparação com 2022. Atualmente, a empresa estima uma capacidade de movimentação anual próxima a 2,5 milhões de toneladas. Por esse motivo, ainda existe um espaço para expansão da operação nos próximos anos, especialmente a partir do desenvolvimento da alternativa de expedição de fertilizantes via ferrovia e do início da operação de sal, informa  Fabiana Gomes, diretora de sustentabilidade da Hidrovias do Brasil.

No Pará, por meio da navegação costeira, a companhia transportou 3,4 milhões de toneladas de bauxita em rota que atravessa o Pará por navegação no Rio Amazonas – de Porto Trombetas, em Oriximiná (PA), ao Porto Público De Vila do Conde, em Barcarena (PA). Um volume 2,7% maior que em 2022.  Esses dados foram divulgados hoje na segunda edição do seu relatório de sustentabilidade.

Em nota à imprensa, a empresa informa que para conquistar resultados ainda mais consistentes, a Hidrovias do Brasil segue cumprindo a sua agenda de investimentos. Em 2023 foram realizados aportes na estruturação de embarques, em soluções de navegabilidade e em inovações no setor. Os recursos somaram R$ 320,2 milhões em manutenção de ativos, em projetos de expansão e em outorga no Porto de Santos. Com isso, a companhia encerrou em 2023 o primeiro ciclo de grandes investimentos programados, realizados para instalação e consolidação dos quatro corredores logísticos independentes.

Dentro dos pilares do Compromisso Sustentável, a Hidrovias do Brasil  alcançou antecipadamente grande parte das metas estabelecidas para o período de 2022 e 2023. A companhia lançou novos indicadores de médio prazo (2024-2025), de forma a torná-los mais auditáveis, quantificáveis e mensuráveis, diz o material divulgado.

Na área social, a companhia também trouxe geração de valor para as comunidades ao redor de suas operações. Em 2023, foram realizadas mais de 5.133 interações e 10 projetos de investimento social que totalizaram quase R$ 3 milhões, beneficiando 15.252 pessoas das comunidades de Itaituba e Barcarena (PA), Santos (SP) e Assunção (Paraguai).

 

 

 

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Publicidade