Norte Administração (SC) expande investimentos de centrais hidrelétricas e passa a operar em nível nacional

1
383
CGH Salto Formoso

A  Norte Administração e Finanças, de Águas Frias (SC), do setor de geração hídrica, criada em 2016, começa a expandir seus negócios em outros estados da Federação, com o objetivo de tornar-se uma investidora em âmbito nacional.  Em meados deste ano, a empresa deu início à construção da CGH Salto Formoso, de 0,47 MW, localizada no Rio Formoso, na Bacia do Paraíba do Sul, entre os municípios de Paiva e Aracitaba, em Minas Gerais, com previsão de geração a partir de abril de 2022.


Além dessa unidade, a empresa está participando da fase de implantação da PCH Jambo, de 14,00 MW, em Santa Maria Madalena, e prospectando o início de uma CGH, de 5,0 MW, no estado do Rio de Janeiro, e mais as CGHs Fazenda Cachoeira, de 2,2 MW, e Couro de Cervo, de 0,9 MW no estado de Minas Gerais.

Já no estado de Santa Catarina a empresa faz gestão da implantação da CGH Barra da Europa, de 4,6 MW, localizada no Rio Pesqueiro/Rio Burro Branco, e participa da PCH Alto Garcia, de 2 MW, localizada no Rio Garcia, em Angelina, e prospecta para 2022/2023 a PCH Nova Erechim, de 24 MW, a ser instalada no Rio Chapecó, entre os municípios de Águas Frias e Nova Erechim.

Ao total, a Norte deverá alcançar uma participação em potência instalada de 69,1 MW até o final de 2022 e meados de 2023. “Trata-se de mais uma demonstração do talento empreendedor do brasileiro que, mesmo diante da crise hídrica, permanece investindo em energia elétrica dada a consciência sobre o potencial de crescimento do país”, afirmou Rousty Rolim de Moura, CEO da Norte. Somente nas seis novas usinas serão investidos cerca de R$ 225 milhões, nos quais, em média, a empresa deverá participar com um capital correspondente a 25%, com o restante de acionistas formados por diversos profissionais de diferentes segmentos.

Com foco na Geração Hídrica, em CGH’s de até 5 MW, com propriedade vitalícia, e PCH’s entre de 5 a 30 MW, com concessão de 35 anos de exploração, a Norte iniciou suas atividades com a participação na PCH Pito, de 4,4 MW, localizada no Rio Lajeado, no município de Campos Novos em Santa Catarina, em operação desde dezembro de 2015.

Na sequência, implantou a CGH Aparecida, de 3 MW, no Rio Pesqueiro, no município de Jardinópolis (SC), a PCH Coração, de 4,6 MW, localizada no Rio Burro Branco, entre os municípios de Águas Frias e Pinhalzinho (SC), em operação desde junho de 2019.

Em 2018 formatou o grupo de desenvolvimento da PCH Tupitinga, de 24 MW, localizada no Rio Santa Cruz, em Campos Novos (SC),  com inicio de operação comercial em dezembro de 2019.

Além das seis novas unidades em construção, a empresa, em conjunto com os demais investidores, pretende construir três novas PCHs, atualmente em fase de licenciamento, em um total de 96 MW.

“Planejamos essa expansão em novas unidades com o objetivo de tornar a Norte uma empresa cada vez mais segura, como um grupo forte que garante eficiência e retorno aos nossos acionistas”, afirma Moura que prevê para o próximo ano o início de estudos no sentido de também iniciar projetos nos setores eólico e fotovoltaico.

1 COMMENT

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui