Parques eólicos com melhor performance em 2019 estão localizados no estado da Bahia; RS domina ranking na Região Sul

0
94

ePowerBay, uma plataforma online de inteligência de mercado e marketplace para o desenvolvimento e comercialização de projetos de energias renováveis, acaba de divulgar o Ranking de 2019, que traz informações técnicas, proprietários e os fornecedores de equipamentos de energia eólica.

Segundo o estudo, no ano de 2019 operaram, no país, durante os 12 meses do ano, 582 parques eólicos no que totalizam 14,7 GW. O Fator de Capacidade médio dos 10 parques foi de 61,8%, sendo que todos operaram acima de 57,6%. O parque mais eficiente do ano foi Ventos de Santo Abrão, de propriedade da Enel Green Power, com 69,5% de FC médio, 28 MW de capacidade instalada. O projeto foi desenvolvido pela Enel Green Power, localizado no município de Morro do Chapéu.

Os parques com melhor performance estão localizados no estado da Bahia. No ano de 2019, o Cluster Chapéu do Chapéu, de propriedade da Enel Green Power, ocupou os cinco primeiros lugares do ranking anual.

Na análise operacional dos parques, a plataforma oferece um infográfico que mostra dados de todo histórico de geração, bem como os dados técnicos de cada parque. Através dele, e tomando como referência o parque  Ventos de  Santo Abrão, durante os últimos 12 meses a geração média foi de 19,5 MWm contra os 17,7 MWm referentes à garantia física, gerando 10% a mais do que a obrigação contratual.

Os projetos presentes no ranking entraram em operação em 29 de junho de 2018, operam com  turbinas Vestas V110 com potência unitária de 2 MW. A potência total do cluster é 172 MW e possui um fator de capacidade médio 61,33 %. A TUST média da região é de 6,95 R$/kW.

Esta região possui muitos parques eólicos em operação e em DRO por ter um excelente potencial eólico e possuir infraestrutura favorável a implementação de projetos de geração, assinala o estudo. A subestação da região é a SE Morro do Chapéu II com capacidade máxima de 1.800 MW e 1.471,95 MW de potência conectada.

Também estão presentes no ranking outro dois projetos da Enel Green Power pertencentes a outros clusters.  O parque Primavera está localizado na mesma região do cluster Morro do Chapéu e se conecta também a SE Morro do Chapéu II, sendo o mais próximo. Em 2019 ocupou a 8º posição no ranking. Opera com turbinas Siemens, 13 unidades de 2,3 MW, totalizando 29,9 MW. A entrada em operação comercial ocorreu em 10 de novembro de 2017.

O parque Delfina VII ocupa a 6 º posição do ranking operacional. O projeto entrou em operação comercial em 31 de outubro de 2017 e opera com turbinas Vestas, sendo 15 turbinas com potência de 2 MW cada, totalizando 30 MW de potência instalada. A garantia física do projeto é de 16,4 MW com FC de 54,6 %. O parque está conectado à SE Juazeiro da Bahia II. O projeto pertence ao cluster Delfina, sendo o projeto de maior eficiência do seu cluster.

O parque Diamante II, de propriedade da Omega Energia, ocupa a 7 º posição do ranking operacional. O projeto entrou em operação comercial em 13 de abril de 2018 e opera com turbinas GE GE116, sendo 9 turbinas de 1,9 MW cada, totalizando 17,5 MW de potência instalada. A garantia física do projeto é de 7,7 MWm com FC de 44 %. O parque está conectado à SE Iracê.
O projeto pertence ao cluster Gentio de Ouro I, sendo o projeto de maior eficiência do seu cluster.

O parque Pedra do Reino IV, de propriedade da Echoenergia, ocupa a 8 º posição do ranking operacional. O projeto entrou em operação comercial em 27 de dezembro de 2018 e opera com turbinas Vestas V110 – 2 MW, sendo 10 turbinas de 2,0 MW cada, totalizando 20 MW de potência instalada. A garantia física  é de 9,7 MWm com FC de 48,5 %. O parque está conectado à Salitre I.

O parque com melhor rendimento na região Sul/Sudeste foi o Galpões de 8,0 MW, de propriedade da Eletrosul e localizado no município de Santana do Livramento. O projeto teve um fator de capacidade médio de 45%. Pertencente ao mesmo cluster, o 2º colocado foi o Coxilha Seca de 30 MW com 44,0% e o 6º colocado foi o Capão do Inglês de 10 MW com 42,8% de fator de capacidade médio.

A Atlantic possui seis parques eólicos entre os 10 de melhor rendimento na região. O parque Aurda Mirim IV que entrou em operação comercial em fevereiro de 2017 foi o 3º em 2019 com 43,3% de fator de capacidade médio. Os projetos pertencem ao cluster Marmeleiro 2, que possui 207 MW de capacidade instalada total .

O parque Corredor do Senandes II de propriedade do Grupo NC ocupa a 5º posição do ranking operacional com fator de capacidade médio de 42,9% O projeto entrou em operação comercial em fevereiro de 2015 e opera com turbinas Alstom (GE) de 2,7 MW de potência, rotor de 122 metros de diâmetro e torres com 89 metros de altura.

rankingda região sul

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui