Cerca de 40% da população gaúcha não recebe água tratada por tubulação das companhias de abastecimento e o estado trata menos de 15% do seu esgoto

0
339

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) realizará na sexta-feira (26/11), às 13h30, por vídeoconferência, o debate o marco legal do saneamento e a utilização de águas subterrâneas.

Segundo a entidade, o marco legal do saneamento, aprovado em 2020, revelou o quanto é preciso avançar para atender e entregar à população água potável e saneamento básico eficiente para proteger a população e preservar o meio ambiente.
O Rio Grande do Sul tem mais de 600 mil poços artesianos em grande porte irregulares que acabam contribuindo no volume de esgoto a ser tratado.

Participarão do debate representantes da ABES/RS, Fiergs, Fecomércio-RS, Farsul e Famurs, além de integrantes da Comissão de Meio Ambiente da Sergs.

Na oportunidade também deverá ser apresentada a experiência dos estados do Paraná e de São Paulo na utilização de águas subterrâneas.  O evento gerará subsídios para a elaboração de sugestão de regulamentação do tema pelo governo do estado.

O evento poderá ser acessado através do link meet.google.com/nox-geuv-qaj, e terá transmissão via YouTube, com acesso livre através do link: http://sociedadedeengenhariars.com.br/LIVE/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui