SNIC projeta retomada do consumo de cimento no país em 2019

0
502

Após quatro anos consecutivos de queda, o consumo de cimento no país deverá crescer, segundo o presidente do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC), Paulo Camillo Penna. “Tanto o número de lançamento quanto o de vendas de unidades residenciais vem aumentando em diversas regiões do país. Os estoques de imóveis também estão diminuindo, o que deixa o mercado mais otimista para novos lançamentos e, consequentemente, aquece o setor da construção civil, o que impacta diretamente na indústria do cimento”, explica Penna.

Ainda de acordo com o presidente do SNIC, a melhora dos indicadores, aliado ao novo cenário político, lastrearam as projeções da entidade para um cenário positivo no próximo ano. Acredita Pena que fatores como a retomada de obras paralisadas e uma politica de combate ao déficit habitacional e o estímulo à geração de empregos, poderão incentivar o crescimento do setor.

Em 2018, entre janeiro a novembro deste ano, as vendas de cimento no mercado interno totalizaram 48,7 milhões de toneladas. O montante representa queda de 1,2% frente ao mesmo período do ano passado.

“A indústria do cimento sentiu o reflexo da crise econômica, que foi agravada neste ano pela greve dos caminhoneiros, e pela permanente desconfiança de consumidores e empreendedores. Portanto, o movimento de recuperação não foi sentido na economia real”, informou o dirigente.

Com uma capacidade instalada de 100 milhões toneladas/ ano, a indústria opera com ociosidade de aproximadamente 47%.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui