Você ainda terá um veículo elétrico

0
230
Sérgio Augusto Costa, CEO da Vilco Energias Renováveis

Sérgio Augusto Costa (*)

De 2016 a 2020, em cinco anos, a Tesla multiplicou em mais de 15 vezes seu valor de mercado. Vejam:
2016- US$ 36,33 bilhões
2017- US$ 57,41 bilhões (+ 58%)
2018- US$ 75,68 bilhões (+ 32%)
2019- US$ 553,6 bilhões (­+ 632%)
2020- US$ 555,24 bilhões (+0,3%)

Tabelatesla

Segundo a International Standard Association, valor de mercado é “a quantia estimada pela qual uma propriedade deve trocar, na data da avaliação, entre um comprador interessado e um vendedor disposto em uma transação arm-lengh, após o devido marketing em que cada uma das partes agiu com conhecimento, prudência e sem compulsão”.  Ou seja, é o valor que um produto atinge no mercado, baseando-se na concorrência de mercado e na lei de oferta e procura.

Assim, após entrar no S&P 500 (principal índice de mercado de ações dos EUA) por que a Tesla valorizou 632% em 2019?

Por ser a “primeira grande montadora elétrica do mundo”? Naquele ano, a Toyota e a VW venderam 10 milhões de veículos cada, a GM, 7 milhões. E a Tesla, 0, 367 milhões. Em 2020 deve-se observar que há uma estagnação.

Com a pandemia tudo acelerou. As grandes montadoras “à combustão” estão lançando suas plataformas elétricas. Com isso, haverá muita concorrência e o preço do Veículo Elétrico (VE) deve cair.

A questão não é se você terá um VE, mas, sim, quando será?

Fundador e CEO da VILCO

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui