Grupo Exicon assume a distribuição, no Brasil, dos suplementos da Midway Labs Usa

0
90
Portonave (SC) , elo da cadeia logística do grupo

O Grupo Exicon, de Porto Alegre, do setor de comércio exterior, acaba de assinar contrato para importar e distribuir no Brasil todas as linhas de suplementos alimentares da marca Midway Labs USA, que tem entre seus principais parceiros o ator Arnold Schwarzenegger, nos Estados Unidos, e embaixadores de grande influência como Marcos Mion, Minotauro, Minotouro, Bela Falconi, Felipe Franco e Alice Matos, no Brasil.  O acordo será de cinco anos e prevê uma participação da Exicon na comercialização dos produtos.

Do volume a ser distribuído, 60% serão de unidades da Midway Labs, localizadas nos Estados Unidos e na Europa, e o restante das sete fábricas autorizadas pela empresa americana para produzir os produtos Midway Labs USA no Brasil.
Estoque inicial
O estoque inicial de 45 dias prevê a comercialização de produtos importados no equivalente a US$ 5 milhões e de R$ 5 milhões de fabricantes no mercado interno. Ao total, serão distribuídos 175 itens, desde proteínas, colágenos, aminoácidos, e fórmulas para ganhar massa muscular até barras de proteína, cuja cadeia inclui body shops, supermercados, farmácias, lojas de conveniência em postos de gasolina e pontos de vendas especializados.

A empresa deverá colocar nesse projeto todo know how  desenvolvido nos últimos 10 anos em termos de importação e de comercialização de produtos no mercado interno, diz Gustavo Bücker de Souza, diretor do Grupo Exicon, que prevê atingir mais de 170 clientes em todas as regiões do país, no primeiro mês em que atuará como distribuidor da Midway Labs USA.

A operação logística de importação e distribuição prevê o embarque de contêineres nos portos de Savannah, na Geórgia, e de Charleston na Carolina do Sul, nos Estados Unidos.
Portonave
No Brasil, a descarga será feita no porto de Navegantes (SC), distante 20 quilômetros do  armazém geral da Exicon, localizado em Itajaí, que opera com capacidade para 2.100 posições pallets. Dali, os produtos serão despachados via rodoviária para todo o Brasil.

Com uma bagagem de comércio exterior iniciada a partir da criação da Trading Exicon, seguida pela unidade de distribuição, em 2006, de financiamento e serviços na cadeia de distribuição e instalação de um armazém geral, em Itajaí (SC), a empresa passou a oferecer  aos clientes um processo de gestão integrado, desde a fabricação até o consumidor.

“Considero este contrato com a Midway Labs USA como o mais completo entre os já  realizados pela empresa”, avalia o empresário. Atualmente, o portfólio de importação e comercialização mensal da  Exicon  inclui 5 mil toneladas de aços planos e 7 mil toneladas de aços longos; 66 mil unidades de moto peças; 6 mil pneus multimarcas, a maioria da Sailun, e toda a linha de iluminação e lâmpadas de led.

“Como importadores de produtos siderúrgicos, que inclui certificação Inmetro, sistemas  de gestão de qualidade, em linha com os padrões da norma ISO 9001 e o PGQP (Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade), desenvolvemos uma estrutura de gestão do negócio que nos habilita a oferecer um produto  com a melhor qualidade, maior valor agregado, menor preço possível  e capaz de atingir o volume de vendas pretendido pela marca americana”, destaca Souza.

“ Todo o processo será integrado pela plataforma de TI do grupo desde a chegada dos produtos até sua distribuição nos canais de vendas que abrangem três linhas de clientes diferentes”.
Mercado
Com investimentos de R$ 35 milhões em publicidade, propaganda e de marketing  para os próximos 12 meses, a meta da Midway Labs USA é elevar as receitas mensais da marca de R$ 10 milhões para uma faixa entre R$ 20 milhões e R$ 28 milhões, informou Souza. “Caberá à própria empresa norte-americana investir em propaganda, mas a Exicon, como distribuidora, atuará sempre alinhada com a campanha publicitária”.

O Brasil é um dos países que mais crescem no segmento de suplementos alimentares. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri), em 2017, só o setor de Sport Nutrition, uma das quatro divisões do mercado (que ainda inclui Wellness, Perda de Peso e Nutrição Cosmética) faturou cerca de R$ 2,2 bilhões, crescendo 9% em relação ao ano anterior e a expectativa é que em 2018 ultrapasse esse índice, registrando crescimento de 15% e faturando R$ 2,5 bilhões.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui