PIB de 2018 deve ser menor do que 1,5%

0
96
Cláudio Frischtak

 
Para o economista Cláudio  Frischtak, da Inter B Consultoria Internacional de Negócios, o impacto da greve dos caminhoneiros sobre o Produto Interno Bruto (PIB) depende ainda de uma avaliação mais precisa sobre os seus efeitos no setor industrial que sofreu uma significativa desorganização em sua cadeia produtiva. A estimativa preliminar indica uma perda de 0,6%, o que projeta um incremento do PIB, neste ano, de 1,5%, com tendência para se tornar menor. “Vamos poder avaliar o efeito dessa greve com maior precisão a partir do mês de julho”, acrescentou.

Eleições
O impacto da greve vai afetar o PIB de 2019? “Certamente a eleição será decisiva para a definição dos cenários de 2019. O país não pode cair na armadilha do populismo demagógico, das saídas fáceis. A questão fiscal é muito grave e a eleição de um desses candidatos populistas pode levar o país a uma recessão mais aguda do que a dos últimos anos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome aqui